Ele lida com agrotóxicos, precisa ver se a perda de memória não é intoxicação.

Tratar Alzheimer em São Paulo

Pergunta: 

Meu marido tem 71 anos, piloto agrícola e há 2 meses vem perdendo a memória imediata.

 

Em alguns aspectos melhorou, já lembra senha do banco, mas em outros está piorando, está perdendo alguns interesses, tipo ir ver as netas, não esquece das pessoas, mas do locais, esquece de tomar banho, não se importa de ficar só.

Trabalho o dia todo, quando chego ou está dormindo ou vendo TV.

Os neurologistas e geriatras acham que é depressão está tomando Fluoxetina.

Tem pressão alta controla com Diovan, eu estou preocupada acho que não e só Depressão, ele gosta de ir tomar cerveja com os amigos, mas já não vai a sauna o que até então ele adorava, vai só quando eu o lembro o que faço?

Pois os médicos avaliam como depressão mas ele está perdendo os objetivos, os sonhos, assiste o mesmo filme várias vezes, achando que e a primeira vez. Por favor me orientem

Resposta:

Procure um neurologista ou um psiquiatra que tenha experiência em distúrbios de memória.

Se houver um problema de memória, é muito importante começar a tratar o mais rápido possível.

Se for mesmo uma Depressão, ela precisa ser tratada e parece que a Fluoxetina não está sendo um Antidepressivo eficaz para ele.

Não tendo sofrido de depressões anteriores na vida, um estado depressivo pode significar um início de perda de memória.

Finalmente ele lida com agrotóxicos, precisa ver se a causa da perda de memória não é intoxicação.